judex

judex

domingo, 29 de janeiro de 2017

O quadrado de cada um

O Supremo Tribunal Federal é composto por onze Ministros, brasileiros natos (art. 12, § 3º, IV, da CF/88), escolhidos dentre cidadãos com mais de 35 e menos de 65 anos de idade, de notável saber jurídico e reputação ilibada (art. 101 da CF/88).
E são indicados e nomeados pelo Presidente da República, após aprovação pela maioria absoluta do Senado Federal.

Para a naturalidade e idade, basta uma certidão de nascimento.
Notável saber jurídico já deveria ter sido notado.
Reputação ilibada já deveria ter sido reputada (qualquer dúvida uma certidão de antecedentes resolveria).

Aliás, com boa vontade o Google resolveria tudo em um like.

Por que diabos então tanto lobby, tantas peregrinações a gabinetes do congresso, tanto almoços de domingo?

Só sobraram a nomeação pelo presidente (investigado no STF) e a escolha pela maioria do Senado Federal (investigada no STF).

Ainda bem que os juízes, em geral, à par de notável saber jurídico e reputação ilibada, comprovados em dificilimo concurso público, não dependem de investigados para serem nomeados.

E olha que, mesmo assim, às vezes aparece cada um...

terça-feira, 10 de janeiro de 2017

Mistérios




D. mendes, já retornastes de portugal?

O sol se põe na corte planaltina.
Um calango espreita, assustado, à beira do lago paranoá.
D. temer chega à casa de d. carmen.
Se aconchegam na cozinha.
D. carmen passa um café. 
D. temer esfrega as mãos.
Proseiam e assuntam.
Sabe-se lá sobre o que.


O dia amanhece.
Os candangos despertam.










segunda-feira, 9 de janeiro de 2017

Especialidade

O Legislativo cria crimes e aumenta as penas.

O Executivo fica na filosofia da vaca (defeca e anda), vivendo no mundo das idéias, das apresentações de planos em PowerPoint em cadeia nacional de rádio e televisão.

Tudo com a participação dos teóricos especialistas (gênero que engloba as espécies juristas, catedráticos, acadêmicos, artistas, humoristas, blogueiros, etc)

Aí os socialmente injustiçados reeducandos matam, decapitam, esquartejam os reeducandos de outra ideologia reeducativa, e a culpa é de quem?

Segundo os especialistas teóricos, dos juízes que, além de ganharem supersalarios e terem um monte de regalias, prendem mal e em demasia.
Deviam ser presos, decapitados e esquartejados.

(O Ministério Público, para variar, não entra nesta história)




(