judex

judex

quinta-feira, 4 de maio de 2017

Bullingen

Entre o ego supremo de uns 
e o id público de outros,
pulsam as pulsões ministeriais.

São todos jung.







sexta-feira, 31 de março de 2017

Classificados de Emprego

Procura-se mulher com filhos menores de 10 anos para trabalho na área de vendas, em período integral.

Procurar Serginho, na biqueira do Buraco Quente.

quarta-feira, 8 de fevereiro de 2017

Espírito Santo e Espírito de Porco

Policiais Militares não podem, com toda razão, fazer greve. 

Juízes também não.

Quase todo resto do funcionalismo público pode.

Se você fosse um governador, para quem você, por anos, não daria aumento, sequer a recomposição inflacionária?

terça-feira, 7 de fevereiro de 2017

Gilmar Careqa


Como, ao que parece, o Min. Gilmar Mendes só se preocupa com as prisões prolongadas de Curitiba, o Judex presta-lhe uma singela homenagem:








quinta-feira, 2 de fevereiro de 2017

domingo, 29 de janeiro de 2017

O quadrado de cada um

O Supremo Tribunal Federal é composto por onze Ministros, brasileiros natos (art. 12, § 3º, IV, da CF/88), escolhidos dentre cidadãos com mais de 35 e menos de 65 anos de idade, de notável saber jurídico e reputação ilibada (art. 101 da CF/88).
E são indicados e nomeados pelo Presidente da República, após aprovação pela maioria absoluta do Senado Federal.

Para a naturalidade e idade, basta uma certidão de nascimento.
Notável saber jurídico já deveria ter sido notado.
Reputação ilibada já deveria ter sido reputada (qualquer dúvida uma certidão de antecedentes resolveria).

Aliás, com boa vontade o Google resolveria tudo em um like.

Por que diabos então tanto lobby, tantas peregrinações a gabinetes do congresso, tanto almoços de domingo?

Só sobraram a nomeação pelo presidente (investigado no STF) e a escolha pela maioria do Senado Federal (investigada no STF).

Ainda bem que os juízes, em geral, à par de notável saber jurídico e reputação ilibada, comprovados em dificilimo concurso público, não dependem de investigados para serem nomeados.

E olha que, mesmo assim, às vezes aparece cada um...

terça-feira, 10 de janeiro de 2017

Mistérios




D. mendes, já retornastes de portugal?

O sol se põe na corte planaltina.
Um calango espreita, assustado, à beira do lago paranoá.
D. temer chega à casa de d. carmen.
Se aconchegam na cozinha.
D. carmen passa um café. 
D. temer esfrega as mãos.
Proseiam e assuntam.
Sabe-se lá sobre o que.


O dia amanhece.
Os candangos despertam.